Quem canta seus males espanta

Certamente você já ouviu a frase célebre: "quem canta seus males espanta".

Bem, eu, por exemplo, já ouvi e também fiz uso da mesma.


Será que a singela frase é apenas força de expressão, ou ela tem em si, fundamentação? Vamos para Bíblia então.


Eis o exemplo de um louvor poderoso: “Quando o espírito maligno vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa, e a tocava com a sua mão; então Saul sentia alívio, e se achava melhor, e o espírito maligno se retirava dele” (1Sm 16.23). O Espírito Santo operava em Davi, mas o espírito maligno não saía quando aquele jovem entrava no recinto de Saul. Entretanto, ele não resistia quando o instrumento era tocado.

Davi não dava atenção ao espírito, nem dialogava com ele, mas louvava ao Senhor. Saul gostou do garoto logo de cara! Talvez não gostasse tanto se soubesse que estava diante de seu sucessor no trono, mas é claro, essa é outra história que contaremos noutra oportunidade...


O exemplo acima ainda não encontra embasamento. Que tal examinar-mos mais profundamente na Bíblia. Vejamos mais alguns exemplos.


Cercado por três exércitos inimigos, Josafá posicionou o coral que, cantando hinos de louvor a Deus, colocou-se diante do inimigo. Josafá nomeou alguns homens para cantarem ao Senhor e o louvarem pelo esplendor de sua santidade, indo à frente do exército, cantando: "Deem graças ao Senhor, pois o seu amor dura para sempre". Quando começaram a cantar e a entoar louvores, o Senhor preparou emboscadas contra os homens de Amom, de Moabe e dos montes de Seir que estavam invadindo Judá, e eles foram derrotados. (2 Crônicas 20.21,22).


Hoje temos até mesmo um curso universitário de "musicoterapia", confirmando que há sim, embasamento para a notável, singela e nobre fase, "quem canta seus males espanta". Há um processo terapêutico nessa prática.


Como esse que vos escreve aprecia e muito a leitura, deixo aqui uma dica para meditação: Atos 16:25-28. E para finalizar digo, cante, cante e muito, pois, "quem canta seus males espanta, e a Deus encanta”.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV