Direções do MBCV para o ano 2017

Fizemos um resumo das principais diretrizes que nortearão nosso ano como comunidade.

Somos peritos em dar ideias para mudar, mas não fazemos nada. Se você não consegue mudar a sua vida, não conseguirá mudar nada fora dela. Se você quer mudar o mundo, comece a mudança por você.


Não confunda mundo virtual com mundo real. A vida real não é a “novela das oito”. O simples desejo de paz para o mundo não fará com que se abram as portas do paraíso. Também não fará com que a sua preguiça e indisposição deixem de existir. Mudança de ano não muda ninguém, mas tomar uma atitude, sim!


Quer transformar uma vida? Doe sangue! Suas ações falam mais alto que suas palavras. Comprometa-se com ações, pois o seu “agora” é a semente para o seu “amanhã”.


O ser humano tem alma de criança. Deseja sonhar, imaginar, viajar. Mas esse imaginário, não se materializa se não confrontarmos a nós mesmos, sob a ótica da palavra de Deus.


Leia Oséias 4.1-11! Nosso texto para o início do ano é como se fosse um noticiário de TV, falando da situação das cidades, dos partidos, das igrejas, das pessoas na atualidade. Por isso eu atribuo ao sistema religioso uma das causas de Deus estar tratando a economia do Brasil, porque a Igreja tem sido omissa em seu dever de trazer o reino de Deus à Terra.


Algumas pontuações e conceitos importantes para esse ano:


Estamos vivendo um tempo em que milhões, dos chamados evangélicos, nem sequer conhecem o evangelho.


Toda pessoa que apressa seu dedo para apontar o erro dos outros é porque tem erros piores. Mostrando o alheio, espera criar uma cortina de fumaça para esconder os seus.


Jesus não veio para operar milagres, embora tenha operado vários. Esse não foi seu propósito principal. Ele veio buscar e salvar o que estava perdido. E o que estava perdido? O ser humano. Este se perde na vida quando se perde nele os princípios de Deus. Observe, por exemplo, quando os filhos se perdem, se porventura não se perdeu dentro daquela família os princípios de Deus. Observe se não foram esquecidos os padrões de Deus naquele núcleo familiar.


O sistema religioso se envolve, se alimenta, se entretêm comentando o erro desse ou daquele. Mas tome cuidado, porque, segundo a bíblia, daquilo que a boca fala o coração se abastece, e do que o coração está cheio, a boca volta a falar.



Quando cremos no que a bíblia diz, conseguimos tirar nosso potencial para fora, potencial esse que já nos foi dado quando fomos criados. Quando nos voltamos para Cristo, conseguimos isso!


Porque o povo de Deus está perecendo? Por rejeitar o conhecimento. Logo, não adianta aumentar os sacrifícios, a ida aos montes, etc. Deus não se deixa mover por sacrifícios. Temos que ver o que está fora de Seus princípios, e então consertar.


Como podemos amar a Deus se não amarmos as pessoas que estão erradas? Não devemos ser coniventes com o erro, mas devemos, sim, amar quem está errado.


Esse será o ano da justiça de Deus. Não devemos temer a justiça de Deus. Ela é a bênção garantida, a vida protegida, é a vida bem provida, bem sucedida.


Fique tranquilo, quem roubou, vai pagar, quem vive no erro, Deus vai tratar. Teremos um ano em que Deus estará tratando tanto o bom quando o mau. A recompensa virá de acordo com as obras de cada um. Dizei aos justos que bem lhes irá!


Justiça é uma virtude moral que inspira respeito ao direito dos outros e que faz dar a cada um o que lhe pertence.


Visão de reino prega padrões de justiça. A pessoa que está comprometida com Deus não está sindicalizada, nem vai às ruas fazer baderna. Ele faz tudo como para o Senhor, quer seja empregado, patrão, marido, esposa, filhos...


O Senhor, fazendo parte da vida, com certeza a bênção estará garantida.


Você quer mais de Deus? E você já manifestou em obediência a Deus que você quer isso d’Ele? Quando eu quero mais de Deus eu procuro fazer mais o que Ele gosta: ler a bíblia, orar mais, me aprofundar mais no conhecimento da palavra...


A disposição de obediência constrói princípios, porque ninguém terá princípios de justiça sem obediência.


Depois uma pessoa adquire padrões de justiça não precisa ser mandada para socorrer alguém, dar pão ao faminto, visitar o enfermo. Torna-se a cultura da vida dela.


A justiça que a obediência constrói se transforma em bênçãos.


Deus é amor, ele ama a todos, e por amar a todos, Ele oportuniza a todos.


Não tenha medo de crer na palavra. Deus tem compromisso com a Sua palavra.


Quem semeia justiça colhe segundo a misericórdia. Semear a justiça é colocar em prática as instruções que a palavra nos traz para cada área da vida.


Se você serve você está praticando a justiça. Amar não é em palavras, é em obras e em verdade. O amor em prática atende necessidades.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV