Mateus – O Evangelho do Rei

O evangelho de Mateus é o que mais enfatiza a realeza de Jesus. Por isto, Mateus fala tanto a respeito do Reino dos Céus, uma maneira politicamente correta de dizer Reino de Deus (já que os judeus tinham certo receio ou cuidado, de usar ou

citar o Nome de Deus).

Mateus mostra que Jesus é o tão esperado Messias, o Filho de Davi, o Rei de Israel, que sua vida é o cumprimento das profecias do Antigo Testamento. O propósito é dado no primeiro versículo: Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. Esta declaração une Cristo às duas alianças que Deus fez com Davi e Abraão.

A aliança de Deus com Davi consistia na promessa de um Rei que se assentaria no seu trono para sempre (2 Samuel 7.8-13). A aliança de Deus com Abraão prometia que através dele todas as famílias da

terra seriam abençoadas (Gênesis 12.3).

Em cada página ele procura relacionar o Evangelho com os profetas e mostrar que todos os seus ensinos se estão cumprindo na pessoa e no Reino de Jesus Cristo. É difícil a transição do antigo para o novo.

Suas citações apresentam traços individuais da vida e do comportamento de Jesus como cumprimento das promessas. Jesus cumpre a lei por meio do seu comportamento (Mt 3.14; 12.1-14), por aquilo que faz,

e não por aquilo que diz.

Uma característica importante em Mateus, é que o ensino de Jesus se estabelece como cumprimento da Lei, uma interpretação autêntica da Torá. O que saltava aos olhos é que identificavam n'Ele a Palavra sendo cumprida, não apenas sendo pregada.

Os grandes temas de Mateus, apontam claramente em Jesus, como um mestre cumpridor da lei, que a executa com a prática, com a vida, e não apenas com o saber. Jesus é apresentado como mestre, em cada um dos grandes discursos do livro, aonde convoca o povo a viver a Palavra na prática diária. Nas relações, no trabalho, na família, na igreja, em todas as esferas. Desta maneira Jesus cumpre a Lei.

A partir da vida prática, tendo a Palavra como padrão de vida e ensino, e não apenas como pregação, o próprio Jesus, conclui que são os seus mandamentos contidos no evangelho, que devem ser ensinados por todo o mundo e observados pela igreja (Mt 28.20, cf. 7.21,24-27). E desta maneira que se cumpre a promessa de Ele estar conosco todos os dias até a consumação do século. Mateus faz da vida de Jesus, uma pregação. Salve, salve, Majestade!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV