Hoje jovem, amanhã idoso

Fazer parte do grupo que mais cresce no Brasil, o da Terceira Idade, é o futuro de todos nós, brasileiros. Segundo estudos da OMS (Organização Mundial de Saúde) hoje no Brasil são 23 milhões de pessoas acima de 60 anos. Em 2050, esse número crescerá para 64 milhões, o que corresponderá a 30% da população, ou seja, haverá mais idosos do que jovens.


O fato de viver mais não é sinônimo de viver melhor. Envelhecer nesse país é um desafio, a começar pela saúde pública, que é precária e insuficiente para atender as necessidades dessa geração. A discriminação da sociedade também afeta. Há um déficit muito grande em vários segmentos no mercado para atender a terceira idade, começando pela tecnologia, que está cada vez “menor” nos teclados, e “implícita” nos atalhos, a moda que é extremista, falta de locais para lazer, inexistência de produtos adaptados a eles, entre outros.


A Bíblia nos adverte no Salmo 90.12 a necessidade em saber contar nossos dias, ou seja, devemos saber viver, usar o bem mais preciso que Deus nos deu que é o tempo. Saber discernir as oportunidades e semear, na nossa vida e na vida das pessoas, pois é na velhice que vem a colheita.


Em função disso, desde a infância, a juventude e a idade adulta, os princípios de Deus devem ser aplicados e vividos diariamente, honrando a Deus e amando o próximo, materializado em ações. Não devemos tornar vão o sacrifício que Jesus fez por nós, pois ao nos dar a vida, Ele espera que façamos dela algo relevante. Isso é importante, para que, quando nossas forças forem limitadas, estejamos rodeados de pessoas que nos amam e nos queiram por perto, porque um dia foram amadas e alcançadas pelo nosso amor.


Entendemos, portanto, que a interação social é um fator de proteção no envelhecimento ativo e saudável, e deve fazer parte do nosso curso de vida, assim, quando chegarmos à velhice não nos sentiremos desamparados. Também devemos sempre lembrar a importância de estabelecer novas relações, nos inserirmos em grupos, e estarmos ativos em nossa comunidade! O mais importante da vida não é a situação em que estamos, mas a direção para a qual nos movemos.” Oliver Wendell Holmes



* Míria é capelã hospitalar do MBCV.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV