Educação para todos

Inclusão, mais que lei, é um principio de individualidade.


Inclusão, substantivo feminino, significa Integração absoluta de pessoas que possuem necessidades especiais ou específicas numa sociedade. O verbo incluir (do latim includere), no sentido etimológico, significa conter em, compreender, fazer parte de, ou participar de. Quando falamos de inclusão escolar tratamos de incluir, acolher e integrar.


Recusar-se a ensinar crianças e jovens com necessidades educacionais especiais (NEE), além de ser crime, é uma questão de ferir princípios cristãos. Deus nos ensina através de sua palavra a amarmos, a não fazermos acepção de pessoas, a nos importarmos com as necessidades uns dos outros, e a fazer ao outro o que queremos para nós.


Em 2015 recebemos na Escola JUADI, de Estância Velha (no Projeto Sementes) um aluno muito especial, o Jonathan Gabriel Johann (JOJO). Hoje com 32 anos, é Portador de Necessidade Especial. Apesar de muitos estudos clínicos e várias teorias, não existe um diagnóstico fechado para o quadro clínico. Das avaliações feitas, o que mais se assemelha é a Síndrome de FG, somada a um quadro de Epilepsia, segundo o relato de sua mãe Elaine Maria Santos.


Com muito carinho, a mãe do Jojo fala como ele tem desenvolvido, aprendido e superado muitas limitações, com a sua inclusão, tanto na escola como no JUAD. Mais do que abrir as portas a todos, independente de suas necessidades especiais, devemos amar, e dar condições para que toda e qualquer criança ou adolescente possa exercitar todas as suas potencialidades e capacidades em seu desenvolvimento. Isso afirma o compromisso de não perpetuar a exclusão na educação, além de abrir espaços para o desenvolvimento de relações interpessoais mais abrangentes, em meio à comunidade.


Inclusão é uma forma de amar, aceitar, acolher, dar condições para suprir as necessidades de todos, entendendo a individualidade de cada um. Isso é ser escola, isso é ser igreja, isso é inclusão a luz de princípios e do amor. Não queremos fazer somente pelo cumprimento de uma lei, mas porque Deus nos criou como seres únicos e especiais, com características individuais, que em nossas complexidades nos diferenciam uns dos outros, cada um com qualidades e necessidades diferentes.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV