Respeitando as diferenças, crescemos juntos

Algo que define muito bem o MBCV é que ele é uma grande igreja. Algumas pessoas se impressionam com o tamanho dos prédios, dos espaços múltiplos e de todos os trabalhos oferecidos. Mas, o que realmente demonstra a grandeza do MBCV é a sua visão de Reino. Assim como um grão de mostarda é a menor das sementes, quando plantada tem potencial para se tornar uma grande árvore, o MBCV começou pequeno, mas com um grande potencial, pois a sua semente lhe possibilita o crescimento.


Temos como exemplo da natureza, onde uma árvore nunca dará um fruto diferente do pé. Uma laranjeira não pode dar limão, somente laranjas. Assim também uma igreja com a semente da religiosidade nunca poderá ir além do que a religião oferece. Porém, quando a semente é a do Reino os resultados vão além das capacidades humanas.


Desta forma, o MBCV surge do conflito entre o Reino e a religiosidade. O Ap. Nelsi teve sua fé na Palavra conflitada com a realidade existente, pois deparava com a Palavra de Deus prometendo que “a benção acompanharia até mil gerações a geração dos justos”, enquanto na prática muitos filhos de cristãos não permaneciam na igreja.


Algo estava errado e não era a palavra de Deus! A religiosidade cria limitações e impede que a igreja alcance alguns grupos da sociedade. A igreja, de modo geral, não oferecia espaço para que crianças, juniores e jovens se encontrassem com Deus dentro das suas capacidades.


Assim, desde o início o MBCV trazia um potencial de grandeza dentro de si: a semente do Reino. O Reino de Deus reconhece as diferenças e procura oportunizar espaço para que as diversas capacidades estejam ao Seu serviço.


Se partirmos do princípio de que as pessoas são diferentes, precisamos respeitar tais diferenças. Crianças, jovens e adultas têm características e necessidades distintas, e não podem, simplesmente, ser tratados de forma igual! Cada um precisa ter o seu espaço para servir a Deus dentro da sua faixa etária. Assim, para que a benção acompanhe a geração do justo, a igreja precisa oportunizar espaços para que toda a família se encontre com Deus.


Além disso, o ser humano é um ser tridimensional composto de corpo, alma e espírito, criados assim por Deus. Portanto, o Criador não se importa apenas com questões espirituais, mas também com questões sociais e materiais. Uma igreja que representa o Senhor precisa estar envolvida nestas três áreas.


Este princípio direciona toda visão do MBCV e, por isso, a igreja tem como dever oportunizar uma transformação do ser humano como um todo. Portanto, Deus possibilita que seus filhos sejam aperfeiçoados através do corpo de Cristo - a igreja - por meio dos diferentes dons e capacidades. O Senhor nos oportuniza crescimento em todas as áreas e também em todas as fases da vida, sendo que cada indivíduo encontra seu espaço e a possibilidade de colocar suas habilidades à disposição para o crescimento dos outros.


A igreja apostólica se destaca pela coragem em dar oportunidade para que a grandeza que Deus colocou dentro de cada indivíduo possa se manifestar. O pastor serve como um despenseiro que administra as capacidades que são agregadas ao corpo, corrigindo e direcionando para que a religiosidade não ganhe espaço e a semente do Reino frutifique.


Outro ponto que limita muitas igrejas é que não dão valor para a sabedoria. “A sabedoria é a coisa principal; adquire, pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento”. Pv 4.7. Esta capacidade é muito importante, pois nos ensina a fazer bom uso dos recursos pessoais e financeiros.


A sabedoria de Deus nos ensina a darmos valor e restaurarmos as habilidades para o bem e para o que é proveitoso. A igreja tem o dever de servir a sociedade, sendo solução através do social, apresentando um novo modelo que aproxime as pessoas aos valores do Reino.


Por fim, embora muito ainda pudesse ser dito, o MBCV é grande por cumprir com o seu papel. A igreja não dispensa as pessoas com problemas, visando proteger sua própria imagem, mas oportuniza que sejam restauradas e se tornem restauradoras.


Por isso somos gratos a Deus por essa visão, pois nossa grandeza é resultado de obedecermos aos princípios da Palavra, vivermos por fé e oportunizarmos que a semente do Reino seja plantada nas vidas. Servimos a sociedade e crescemos juntos, como corpo de Cristo.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV