Da Invenção Do Amor

“Quem inventou o amor? Me explica, por favor.” Esta inquietante pergunta faz parte da música ‘Antes das Seis’, do Legião Urbana, e era a grande indagação de seu autor. Na verdade, é a grande indagação dos poetas, músicos, filósofos e sonhadores de plantão.


Teria o amor sido inventado? A reflexão tem o objetivo de traçar umas poucas reminiscências sobre o mais sublime dos sentimentos. Sentimento? Ou seria mandamento? Ou ainda, atitude? Quem sabe?


O amor em prosa e verso, embalado nas tantas melodias cantadas em todas as línguas, humanas e angélicas, não é algo a ser definido. Talvez possamos evidenciar diversas características do amor, como o fez São Paulo, na mais famosa das caracterizações sobre o tema. Ele descreve o amor como o caminho sobremodo excelente. Ou então, o famoso soneto de Luís de Camões, “O Amor é um Fogo que Arde sem se Ver”, onde se descortina a contrariedade em si mesma, do que seria o amor.


O amor não se define, não se explica, é impossível ter sido inventado. A grande tentativa de explicá-lo em sua essência, foi dizer quem é o amor. Foi o que fez o Apóstolo João, quando já contava com quase cem anos, quando já passara por tudo o que é possível passar, quando a sua experiência era já maior que a própria vida. Ao comunicar algo novo aos seus discípulos, sempre voltava ao mesmo tema: Amai-vos uns aos outros. Então, por obra e graça do Espírito Santo, ele diz, não o que é o amor, mas quem é o amor. De uma maneira simples, direta e singela, ele diz: “Deus é Amor”.


Então o amor não foi inventado. Deus, sendo Amor, é antes de todas as coisas. Não surgiu como um mandamento, sentimento, nem mesmo uma atitude. O amor é a Sua personalidade, Sua natureza. Daí que vemos a excelência do amor, a maximização da entrega, da doação, do ir às últimas consequências em busca daquele a quem Ele ama. O amor não foi inventado, o amor foi materializado, personificado na pessoa de Jesus Cristo, a expressão máxima do amor de Deus. Por isto, o mesmo Apóstolo João, escreve: “Ninguém tem maior amor do que este. O dar a sua vida em favor dos seus amigos”.


Se alguém conseguir definir Deus, também conseguirá explicar o que é o amor. Aquele que é O Amor, te procurou, te achou e te diz: “Quero ficar com você”, como a canção citada acima.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV