Novembro azul: como ele começou e por quê o símbolo é um bigode?

No exterior a campanha é chamada de Movember (Moustache + November - em inglês. Bigode e Novembro). Em 1999, um grupo de amigos teve a ideia de deixar o bigode crescer durante todo o mês, como apoio à conscientização da saúde masculina e arrecadação de fundos para doação às instituições de caridade. O mês de novembro foi o escolhido justamente por comemorar, no dia 17, o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.


A campanha foi um sucesso. A ideia então era que os homens deixassem o bigode crescer durante todo o mês de novembro, para espalhar a conscientização da importância do cuidado com a saúde masculina, com foco principal no câncer de próstata e depressão.


Hoje a campanha já é mundial. Atualmente é comum o movimento levar o nome de “No Shave November”, que seria, em tradução livre, Novembro sem se barbear. Durante esse período os envolvidos cultivam não mais só o bigode, mas também a barba. A ideia é o máximo de pessoas usarem a cor azul, o bigode e a barba, para deixar os “desentendidos” curiosos do motivo, e então, a partir dessa curiosidade, espalhar a conscientização.


No Brasil

Quem trouxe a campanha para o Brasil foi o Instituto Lado a Lado pela Vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia. A campanha ainda está crescendo por aqui, mas no ano passado foram realizadas 2.200 ações oficiais em todo o país.

A próstata é uma glândula no aparelho reprodutor masculino com a função principal de produzir o esperma. O câncer de próstata é quando as células desse órgão começam a se multiplicar de forma desordenada.

Estatísticas indicam que:

  • Esse é o segundo tipo de câncer mais mortal entre os homens.

  • Um em cada seis homens é alvo da doença.

  • Há um diagnóstico de câncer de próstata a cada 7,6 minutos.

  • Há um óbito por câncer de próstata a cada 40 minutos.

  • É o sexto tipo de câncer mais frequente no mundo.

A doença atinge principalmente homens acima dos 50 anos de idade, e por isso, homens nessa faixa etária devem realizar os exames anualmente. Além disso, homens com história de câncer na família correm mais risco, exigindo o início dos exames anuais aos 45 anos de idade.

A Equipe Capelania MBCV abraça esta causa.


Fonte: https://www.ufrgs.br

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV