SAÚDE MENTAL: quem cuida de mente, cuida da vida

Quando ouvimos sobre saúde mental, geralmente pensamos em doença mental. Logo, se eu não tenho nenhuma doença mental, tenho saúde mental. Mas, ser uma pessoa mentalmente saudável é muito mais do que a ausência de um uma doença, e sim a capacidade de lidar com as adversidades do nosso cotidiano, a forma como enfrentamos as pressões, as frustrações, tristezas, perdas e emoções da nossa vida.

Assim como na saúde física, onde a melhora de uma doença, em grande parte depende da qualidade da nossa saúde, na mental não é diferente. Termos uma mente saudável também é crucial para superar as avalanches de emoções a que estamos sujeitos.

Numa sociedade onde somos o tempo todo estimulados e pressionados a crescer, conquistar, avançar, superar, é um desafio conseguir atingir todas as metas sem afetar nossa saúde mental, onde o ter é muito mais valorizado do que o ser.

Manter bons hábitos contribui para nossa saúde mental. Entre eles estão o cuidar de si mesmo, fazer atividades prazerosas, estudar a Palavra de Deus, ouvir louvores, se relacionar com pessoas boas, buscar o autoconhecimento a fim de fazer mudanças necessárias, entre outras que proporcionem um escape à nossa rotina estressante.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelam que cerca de 450 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de uma doença mental, 1 em cada 4 pessoas irá desenvolver uma perturbação mental ao longo da sua vida. Para a OMS, saúde mental é um estado de bem-estar no qual o indivíduo é capaz de usar suas próprias habilidades, recuperar-se do estresse rotineiro, ser produtivo e contribuir com a sua comunidade.

Nessas últimas palavras podemos ver como o servir é proveitoso tanto para a sociedade na qual estamos inseridas como para nossa própria saúde. Visitar um asilo, um hospital, fazer trabalhos voluntários, ajudar alguém com o que você tem e sabe, faz parte de um tratamento, não médico, mas trata nossa alma, nosso espírito, nosso humor, nossa mente, pois, através dele vemos coisas dentro de nós que só nós mesmos podemos curar e essa cura se reflete no nosso relacionamento com a família, com Deus, com o trabalho e com as pessoas ao nosso redor.

FONTES: http://www.who.int/eportuguese/publications/pt/

https://pensesus.fiocruz.br/saude-mental


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV