O Reinado de Deus

Os evangelhos sinóticos resumem a boa nova de Deus com duas expressões que são intercambiáveis: Reinado de Deus e Reino de Deus. Em nossas traduções elas aparecem apenas como Reino de Deus.


Tais expressões comunicam uma nova realidade. O Reinado de Deus se considera a partir da ação de Deus sobre o homem; o Reino de Deus denota a consequência desta ação divina, uma sociedade digna que se ajusta aos mais elevados padrões.


Mostram-se assim, dois aspectos desta nova realidade trazida por Cristo: a mudança pessoal (aspecto individual) e as mudanças nas relações humanas (aspecto social). Isto é: um homem novo deve produzir uma sociedade nova. Deus renova e potencia o homem, comunicando sua própria vida (seu Espírito), e dotado desta potencialidade, é tarefa do homem forjar uma sociedade verdadeiramente humana – o Reino de Deus –, sendo esta a grande proposta de Cristo. O Reino, este jeito novo de viver Deus e aquilo que O representa, é a principal mensagem de Cristo, e deve, a partir de seus ensinos e palavras, tocar a sociedade em nível pessoal, social e material.


Então, o Reino de Deus, representa a grande alternativa a uma sociedade injusta e corrupta, trazendo uma nova esperança alicerçada em valores eternos e afirmando ser possível a mudança em todos os níveis da sociedade. Esta é uma “boa notícia” que se pode anunciar à humanidade e, a partir de Jesus, a oferta permanente de um Reino de Deus a todos os homens, esperando destes a sua contraparte, sua resposta, sua ação. Sua realização é sempre possível.


O primeiro passo para o Reino sempre começa por uma atitude pessoal: arrependei-vos. Isto é, a mudança de vida, de pensamentos, de caminhos, que pede Jesus em conexão direta com o anúncio do Reino; sem esta mudança profunda de atitudes, que rompe com os padrões já estabelecidos de injustiça e corrupção, não é possível ser ou estar no Reino.


Isto indica que, para ser Reino, se exige uma atitude correta do homem, uma atitude ajustada à proposta de Cristo. Esta proposta de mudança de comportamento, pensamentos e caminhos, implica em descontentamento com a situação existente, tanto no nível social, material e naquilo que se entende por religioso ou espiritual.


Somente aqueles que se sentem inconformados com a situação vigente podem responder positivamente ao convite da boa notícia de Jesus de que o Reino é chegado. O Reino de Deus não é uma religião, é sim, um conjunto de atitudes alinhadas à Sua Palavra, para transformar a sociedade.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV