Jonathan Edwards

QUEM FOI:

Jonathan Edwards nasceu em 1703, único filho homem de Esther Stoddard e Timothy Edwards, que era pastor congregacional em East Windsor, Connecticut. Era uma criança precoce, e com cinco anos começou a estudar hebraico, grego e latim. Com 11 anos escreveu um tratado sobre aranhas. Aos 17 anos se graduou em artes e aos 20 já era mestre da mesma área. Com 18 anos de idade experimentou a conversão após ler o texto de 1 Timóteo 1.17:

“Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao Único Deus seja honra e glória para todo o sempre. Amém”.

Aos 24 anos de idade dois importantes acontecimentos em sua vida, primeiro ele se casou com Sarah Pierre-Pont, filha de um pastor, que se tornou a grande auxiliadora na vida de Edwards; e em segundo foi ordenado ao ministério pastoral.


PRINCIPAIS VIRTUDES:

Homem dedicado a palavra, chegava a ter jornadas de 13 horas diárias no estudo da palavra e no atendimento de pessoas, o que mostrava sua devoção. Não tinha medo de expor as suas convicções, mesmo que fosse excluído do rol das estrelas. Suas convicções estavam baseadas em que toda a verdadeira vida cristã depende totalmente, do começo ao fim, da graça e da soberania de Deus.


PRINCIPAIS DIFICULDADES:

As suas convicções baseadas na palavra geraram muita discordância no meio religioso, ao ponto de mandarem ele embora da igreja que pastoreava. Ele, então, passou a dedicar-se às tribos indígenas. Veio a falecer após experimentar uma vacina contra a varíola.


APLICAÇÃO PRÁTICA:

Como aplicação faço uso das ideias de Jonathan Edwards de que a fé genuína enfatiza que não é a quantidade que emoções que indica a presença da verdadeira espiritualidade, mas sim buscar as afeições de Deus, e a sua manifestação em obras que O glorifiquem. Uma vida cristã se torna aprovada quando é de fato vivida como tal.


TIRA DÚVIDAS:

Entre os muitos escritos de Jonathan Edwards “Pecadores nas mãos de um Deus irado”, baseado em Deuteronômio 32.35, sendo o seu sermão mais famoso. Além de famoso, foi um marco do Avivamento da “Nova Inglaterra (Estados Unidos). O resultado disso foi que as pessoas se perguntavam: “o que preciso para ser salvo?” – que é um indicio do verdadeiro avivamento que é precedido de arrependimento.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV