HOMO DEUS

Jurgen Moltmann, um Teólogo alemão, nos diz que somos ou levamos dentro de nós um “monstro que mata”. Ele está representado pelo desejo de ser Deus, ou seja, a autodivinização, o ser adorado por outros, a busca incessante pelo poder, controle e autossuficiência. Esta foi a proposta inicial da serpente, aceita pelo primeiro casal no Éden (Gn 3.4-5).


Yuval Harari, historiador da Universidade Hebraica de Jerusalém, autor do livro que dá título a esta reflexão, diz que “o humanismo, como uma nova religião, depois de já ter vencido todas as coisas, coloca o homem no centro da vida; E como faz parte da natureza humana querer sempre mais, a evolução tecnológica não vai parar até atingirmos a imortalidade, a felicidade e a divindade”. Isto é o retrato “ipsis literis” da continuada aceitação da proposta inicial da serpente ao velho Adão.


Jesus não atuou como Adão, mas sim como o Messias crucificado. A imagem de Deus, vendida pela serpente, e que Adão representa como abuso de poder, conhecimento, independência e domínio sobre tudo, não é a de Nosso Senhor Jesus Cristo.


O novo Adão, Jesus, para nos conduzir a Deus, abdica de tudo isto (Fp 2.6-8). A imagem que Jesus representa a desapropriação, esvaziamento, impotência, e auto entrega. É desta forma que se mata o monstro! A única força capaz de libertar-nos desta tendência a dominar e oprimir, é a imagem do conhecimento de Deus, em Jesus crucificado. Ele é a força de Deus, que renuncia ao poder e se faz impotente.


O Deus crucificado destrói o monstro. Deus que os homens querem converter-se, mata a todos os falsos Deuses. Por isto a cruz é o lugar da revelação de Deus: a maior demonstração de Jesus é precisamente a maior mostra de renúncia a esse poder, “pois, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte, e morte de cruz”.


Só Deus é capaz de tal alteração dos valores humanos. Abraçar a impotência e a vulnerabilidade é o modo de encontrar o poder de Deus, para quem quer seguir a Cristo. Homo Deus? Sim, um só, Jesus Cristo de Nazaré!


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV