OUTUBRO ROSA

O Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama. Essa é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células anormais da mama, formando um tumor.


No Brasil, as estimativas de incidência de câncer de mama para o ano de 2019 são de 59.700 novos casos, o que representa 29,5% dos cânceres em mulheres. O câncer de mama também acomete homens, porém mais raramente, representando apenas 1% do total de casos da doença.


Todas as mulheres, independentemente da idade, devem ser estimuladas a conhecer seu corpo para saber o que é ou não normal em seus seios. O câncer de mama pode ser percebido em fases iniciais, na maioria dos casos, por meio dos seguintes sinais e sintomas:


  • Nódulo (caroço) fixo e geralmente indolor. Essa é a principal manifestação da doença e pode ser percebido pela própria mulher;

  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

  • Alterações no bico do peito (mamilo);

  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço;

  • Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

Ao perceber algum dos sinais acima, deve-se procurar um médico para avaliação. É possível reduzir o risco de câncer de mama adotando alguns cuidados como: manter o peso corporal adequado, praticar atividade física e evitar o consumo de bebidas alcoólicas. A amamentação também é considerada um fator protetor. É recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia a cada dois anos.


O tratamento depende da fase em que a doença se encontra e do tipo do tumor. Um em cada três casos de câncer pode ser curado se for descoberto logo no início. O tratamento é fornecido pelo SUS.


A capelã Carmem Fiori é um exemplo de que a cura para o câncer de mama é possível. Em abril de 2012 percebeu um caroço no seu seio e procurou o médico, sendo diagnosticada com câncer de mama. Relata que passou por momentos difíceis e que o apoio da sua família foi fundamental, bem como o da igreja, que serviu como suporte espiritual.


Carmem conta que ao descobrir o câncer de mama, ao invés de se deprimir, encarou a situação crendo no Deus que servia. Hoje sua experiência serve de exemplo para fortalecer outras mulheres que estão passando pela doença.


Fonte: www.inca.gov.br



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV