Preciosa aos Olhos do Senhor?

O Salmos 116.15 em suas versões mais tradicionais diz: “Preciosa é aos olhos do Senhor a morte dos seus santos”. Lendo de um modo ligeiro e irresponsável, poderíamos concluir que ao Senhor é agradável ou desejável a morte dos seus santos. Esse verso exemplifica de uma maneira dramática a importância de conhecermos as tradições por trás dos versos bíblicos.

O que o salmista diz, de fato, é que a morte de alguém do povo de Deus é muito cara, tendo um valor excedente ao das pedras preciosas. Esse é o real sentido do texto. Tanto é que, no contexto do texto, o autor[U1] foi livrado da morte. A partir dessa compreensão, vejamos o mesmo texto do Salmo 116.15 em algumas versões contemporâneas:

  • Versão Transformadora (VT): “O Senhor se importa profundamente com a morte dos seus fiéis.”

  • Nova Tradução Linguagem de Hoje (NTLH): “O Senhor Deus sente pesar quando vê morrerem os que são fiéis a ele.”

  • Bíblia Linguagem de Hoje (BLH): “O Deus Eterno fica muito triste quando morre alguém do seu povo.”

  • Nova Versão Internacional (NVI): “O Senhor vê com pesar a morte de seus fiéis.”

  • Nueva Traducción Viviente (NVT): “Ao Senhor lhe comove profundamente a morte dos seus amados.” Essa versão traduz de modo particular o sentimento de Jesus, quando muito comovido em seu espírito (Jo 11.35), chora a morte de seu amigo Lázaro, mesmo sabendo que o ressuscitaria. Isso levou os judeus a exclamarem: Vede quanto Jesus o amava! (Jo 11.36). Deus jamais é frívolo com a morte. Deus não tem prazer na morte de ninguém (Ez 18.32).


Porém, é precioso saber que um cristão jamais verá a morte. Eu não disse que não morreria, mostra Ec 9.5a: “Que os vivos sabem que vão morrer”. Mas Cristo diz: “aquele que guardar a minha palavra não verá a morte eternamente” (Jo 8.51). O cristão, ao morrer, vê a Vida que é Cristo.


Então, a morte de um cristão é algo caríssimo para Deus e demonstra que o Senhor não é indiferente com a nossa morte, nem com a nossa vida. A morte de um cristão atrai a atenção de Deus como uma pedra preciosa atrai a atenção de um expert em joias. Quer vivamos, quer morramos, somos do Senhor (Rm 14.9). A morte não é o fim, é um reencontro com os que foram antes de nós, é um “para sempre com o Senhor” e, isso sim, é precioso aos olhos Dele!




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV