DEPOIS DA LUA CHEIA VEM A MINGUANTE

As escrituras são repletas de conceitos e orientações que são de extrema relevância e profundidade, quando conseguimos extrair essas instruções para nossa vida promovemos grandes mudanças que nos levam a um crescimento incrível.


Jesus ensinou no sermão do monte “Bem aventurados os humildes espíritos, porque deles é o Reino dos céus” (Mateus 5.3), algumas traduções trazem a palavra “pobres de espírito” no lugar de humildes. A pobreza e a humildade citada aqui por Jesus não está ligada a uma condição financeira, mas sim a um estado interior, pobreza e humildade referem-se a uma falta, somos pobres em tudo o que temos em falta em qualquer coisa na vida.


Refletindo sobre humildade também aprendemos muito, ser humilde não é desvalorizar, até porque isso pode desenvolver complexos, humildade é reconhecer seus limites, é reconhecer que temos sempre muito que aprender. Pessoalmente falando quanto mais eu aprendo, ouvindo pessoas, lendo livros, estudando, mais eu descubro que sei muito pouco, penso que aquele que acha que sabe muito, não tem mais muito espaço para crescer.


Para concluir a interpretação do texto acima, porque os humildes ou pobres de espírito terão acesso ao Reino de Deus? Porque a porta para entrar no reino de Deus é o arrependimento, e o princípio do arrependimento é quando eu reconheço que tenho em falta na minha vida. Que preciso da graça e do perdão de Deus. Em Apocalipse 3.17 outro texto nos chama atenção “Você diz: Estou rico, adquiri riquezas e não preciso de nada. Não reconhece, porém, que é miserável digno de compaixão, pobre, cego e que está nu”, aqui fica explicito que aquele que pensa ter tudo se encontra em grande falta, essas pessoas eram ricas materialmente, mas pobres espiritualmente, ficando claro que a pobreza que Jesus fala é a condição interior.


Quando Jesus diz que “os sãos não precisam de médico” não estava dizendo que algumas pessoas não tinham necessidade nenhuma, mas sim que alguns não reconheciam que precisavam. Não é possível ajudar uma pessoa que não reconhece que está doente.


Essas instruções nos levam a refletir na importância de termos esse entendimento de que temos faltas e necessidades e isso porque somos humanos e não há nada de errado nisso, inclusive vejo algo muito grande e de valor nisso. Primeiro porque me conduz ao arrependimento para salvação e também ao crescimento interior, porque uma pessoa que entende e que sabe de tudo, que está no máximo a única coisa que pode acontecer com ela é regredir.


Minha ideia nesse texto é que você jamais se permita pensar que chegou ao topo, porque quem pensa assim terá que começar a descer, assim como a lua, depois que ela chega ao estado de CHEIA começa a MINGUAR. Quer continuar crescendo e evoluindo sempre? Tenho dentro de si o entendimento dessa condição de pobre e humilde.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV