Generosidade

De acordo com o dicionário, generosidade diz respeito à virtude de uma pessoa que se dispõe a sacrificar seus próprios interesses em favor de alguém. A Bíblia apresenta-nos tal virtude como algo aprovado por Deus e que reflete o seu caráter no ser humano.


Deus é alguém generoso que se sacrificou pelo nosso bem para que pudéssemos ser salvos, levou sobre si as nossas dores e pelo seu sofrimento fomos curados. Ele nos criou a sua imagem e semelhança, ou seja, nossa natureza possui a capacidade de manifestar a generosidade. No entanto, o pecado nos afastou do Senhor e por isso temos dificuldade em revelar esses atributos.


A capacidade de dar não beneficia apenas quem recebe, mas também aquele que dá, pois é mais feliz o que dá do que o que recebe. Quem exercita a generosidade é considerado como se estivesse emprestando a Deus.


Ao Senhor empresta o que se compadece do pobre, ele lhe pagará o seu benefício” Pv 19.17, dessa forma percebemos que a generosidade demonstra tanto uma virtude, que Deus a considera como um favor a Ele, sendo que quem a pratica não ficará sem recompensa.


Generosidade como temos visto até aqui não é apenas dar, depende do espirito e da intenção na qual estamos dando. Muitos dão o que não lhes faz falta ou até mesmo ofertam para gerar autopromoção. No entanto, a verdadeira generosidade está em dar não porque não lhe fará falta, mas sim porque para o outro será mais necessário.


Paulo, quando agradece a generosidade da igreja, louva a sua disposição de dar não somente de acordo com suas posses, mas muito além. Ou seja, não deram do que sobrava, mas de acordo com a grande necessidade que existia. Por isso, generosidade não é uma questão de riqueza ou pobreza, mas sim de um coração atento às necessidades do próximo e que se dispõe a abrir mão de algo por alguém que necessite mais.


Agora que está chegando o final de ano, quando a generosidade for incentivada, não vá correndo para o armário para escolher tudo que não lhe tem mais serventia. Olhe para aquilo que pode ser mais útil para os outros do que tem sido para você e aí sim dê, não do que lhe sobra, mas sim daquilo que pode servir ao outro. Ninguém é tão rico que não precise de nada e ninguém é tão pobre que não possa dar algo.




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV