Resoluções para a vida Mais que alvos passageiros, um compromisso existencial

Lendo Jonathan Edwards, pastor puritano, chamado de “o Teólogo do Coração e do Intelecto”, que escreveu suas Resoluções, não de ano novo, mas sim para toda uma vida; refleti sobre o que são resoluções verdadeiras e não apenas metas de entusiasmo e sem compromisso, que alguns fazem a cada final. Este ano não deu, mas no próximo...! Não, não é disto que se trata. As resoluções que me refiro tornam-se princípios de vida, e compromisso existencial com a excelência. O tema é precioso, portanto vamos a algumas delas:

A Glória de Deus como prioridade: a Glória de Deus direciona todas as áreas da vida humana, por isto “resolvi nunca fazer qualquer coisa, nada mais nada menos que glorifique a Deus, e prezarei sua Glória como o prumo e o alvo de toda a minha vida, assim sendo, não me permito nenhuma reserva na minha devoção a Deus, e me empenharei inteiramente em tudo o que empreender para Cristo”.


Conscientização sobre o pecado: “Concordo com Deus diante da realidade de qualquer pecado para abandoná-lo imediatamente”. Com o coração e os sentimentos, ele se angustiava, e com vontade resoluta, escolhia movê-lo de sua vida. Portanto, diante do pecado de alguém, “Resolvo ser em todos os níveis, tanto no falar como no fazer, como se não houvesse ninguém mais vil do que eu, como sendo eu próprio quem cometeu esses mesmos pecados; nunca permitirei que o tomar conhecimento dos pecados de outros me venha trazer algo mais do que vergonha sobre mim mesmo e uma oportunidade de poder confessar os meus próprios pecados e misérias a Deus”.


Paixão pela Disciplina: Edwards organizou a sua vida de forma a manter um ajuste cristão permanente diante dos padrões divinos de santidade. Por isto, “resolvi sempre refletir e me perguntar, depois da adversidade e das aflições, no que fui aperfeiçoado ou melhorado através das dificuldades; que benefícios me vieram através delas; e o que poderia ter acontecido comigo, caso eu tivesse agido de outra maneira”.


Postura do Autoexame: Edwards sempre colocou todas as suas certezas, incertezas, inquietudes, e sentimentos diante da Palavra de Deus, para que esta revelasse a verdade. Através de um exame profundo diante do prumo da Palavra, ele provava a si mesmo. Através deste exame, teve sua conversão examinada, seu pecado exposto, sua vida inspecionada, seus deveres provados e seus sentimentos monitorados.

Edwards combinou a piedade espiritual com a genialidade intelectual. Estas são algumas resoluções para a vida, mas penso que servem também para o ano que se inicia e para o próximo e para a vida toda!

Feliz ano novo!


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Sobre nós

A igreja precisa ter suas convicções firmadas nos princípios da Palavra, com uma postura ética e coerente com aquilo que propõe para a sociedade. 

Esperamos por Você

(51) 3582-3620
R. Sobradinho, 301

Novo Hamburgo/RS 

comunicacao@mbcv.org

CNPJ - 919952410001-73

© 2018 por Comunicação e Marketing MBCV